quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

2,16,29,32,47,54

hoje é dia de loteca
quem sabe não me arrisco.
e aí, além de poeta,
serei bem rico.


não custa nada imaginar...

th.

ANONIMOS POETAS

a fuga é a premissa
de todas as bebedeiras.
já me disseram
pra que eu não me arrisque.
mas eu sempre me atrevo,
seja com uísque,
ou com jose cuervo.
por dor,amor,
ou qualquer mal estar.
todas lamúrias vão a se por
no balcão do bar.
motivo nunca falta
quando o assunto
é encher a lata.
mas mesmo ébrio,
a poesia me socorre,
é meu rémedio,
mesmo de porre.
alguns dizem que não é bom,
que eu ainda vou ter cirrose
mas por enquanto só digo:
garçon ,meu amigo,
mais uma dose.

TM.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Quem , eu?

há muitos por ai
mais que possamos imaginar.
aqui e ali,
em todo e qualquer lugar.

Sou uma farsa,
eu sei,
é triste.
Mas já não se acha
quem admite.


Tm.

alto lá.

ando em débito com todos
e há tempos que eu só me fodo.
mas digo agora
como uma promessa
a quem ainda me adora.
antes de irem embora,
saibam,
que não sou tudo que se espera,
sou um cara que tenta pouco
mas que ainda erra.
meus chutes não ameaçam perigo,
e nem sempre me valho da tentativa.
e nem sei como que consigo
gastar tanto da minha saliva..
é certo, eu prometo em demasia.
pros amigos, pra familia, e pra voce.
mas se lhe é de alguma valia,
prometi parar de prometer.


pasmo,
sem paz.
olho meu saldo
e vejo:
é a mim mesmo
que eu devo mais.


thiagomonteiro

500 amigos no orkut
que não dão 5.
e eu nem sei porque ainda eu brinco..

sábado, 19 de dezembro de 2009

a vocês

Evóe meus caros.

Á baco.
a todo o natal.
e papai noel também.
ao meu alcool
ao meu tabaco
a todo mal
e todo bem.
áquele olhar terno
a todo sorriso
a todo inferno
e todo paraíso.
e a todos os outros,
um pouco de juízo.

Que nos saúda, o ano que começa.
Que saia Arruda, pra já começarmos em festa.
Que saibam quem não somos de ferro,
e como bom humano, hoje já acordei mais velho.
cansado, cinzento.
esperando a ceia,
e um pouco de amor na veia.
(que venha com o tempo)

de amor,
quero ser culpado
até que o contrario se prove
hoje , sempre e toda vez.
que saia dois mil e nove.
e entre dois mil e dez.


thiagomonteiro

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

6

17 anos
é muito tempo
pra uma espera.
um tempo longo
suado e demorado,
que se encerra.
com maestria
e suor,
mostramos
como se impor.
seja lá
onde for,
brilhará mais
a nossa rubra cor.

uma torcida
feita
de boêmios,
loucos
por seu time,
o maior da nação.
que me desculpe
o grêmio,
mas seria um crime
se o flamengo não
fosse campeão.



acreditava no
nosso rumo,
desde o início
do ano,
torcia pra
terminar assim.
que continuem:
bruno, adriano
e o salvador angelim.
e acredite,
se meu time foi hexa
teve muita culpa
do petchovich..

com meu time
não se pode bobear
abriu a brecha
há.
é hexa.
quem tava lá
viu,
é festa na favela
chamada brasil.


tm

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Pilula poética

/Vide bula no
meu encarte:/
ando sendo pouco./
mas faz parte./
ou pronto:/
sou isso./
sem maior compromisso,/
sou traste,/
querendo ser arte/
e fazendo rebuliço./

tm