quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

ritual de passagem

Sai dezembro,

entra janeiro

- que preguiça-


2010 foi uma limonada suíça sem açúcar

virei mestre em encher cinzeiro de bituca.

(acesas com isqueiro ou com fósforo)

Em 2010, magoei todas pessoas que gosto,

sem muito esforço, mas com muito remorso.

saí desse ano nu com a mão no bolso

perdendo o que sei que não posso.


meu travesseiro sabe que me arrependo

e se ele não me lembrar, podem deixar

eu me lembro.



tm

domingo, 26 de dezembro de 2010

fiz que ia acordar,
quase fui,
mas acabei nao fondo
a vida passou
por aqui
mas eu estava
com muito sono.

mande lembrancas quem a vir
e peca pra marcar antes
quando quiser passar aqui.

esse ano, nao ganhei nada
cometi enganos,tive falhas.
se fosse uma competicao
em 2010 nao ganhei
sequer uma medalha.
que agora, em 2011,
eu chegue no podio
com uma medalha de bronze.
tm

merda de mac nao sei acentuar nem cecidilhar as palavras

domingo, 12 de dezembro de 2010

Verdades

esse ano perdi um grande amor
perdi grande amigos,
cheguei a achar que a vida
nunca tinha sido tão ruim comigo.
me decepcionei, e me apaixonei
de novo, criei uma banda,
agradei o povo, fiquei com outra amanda.
segui meu instinto com intuito.
fiz de tudo um pouco, e fiz do pôquer muito.
andei no fio da navalha,
cortei muito outros laços,
e obtive êxito em ter falhas
na maioria das coisas que faço.
tentei o que pude, fiz o que deu.
à parte disso, sem maiores compromissos,
fui eu.
carente de carinho, confesso, é chato
dormir numa cama sem ninguém do lado.
mas na maior parte do tempo
fiquei sozinho e bem acompanhado!
não realizei muitos sonhos
nem alcancei meus objetivos.
graças a preguiça que me imponho
dormi muito e li poucos livros.
alguns momentos de frio na barriga,
mas nenhum momento pra dizer:
"me belisque pra ver que estou acordado"
fora isso, bebi muito uísque,fumei muito cigarro.
foi um ano de muitas noites viradas,
mas pouquissimas festas.
um ano de rimas e jogatinas,
mas uma dúvida resta:
eu e meu antigo amor
não sei como ficamos
passamos ano sem muito requinte.
eu sei que meus dezenove anos
só serviram mesmo pra chegar aos vinte.

tm